Bridge Constructor Portal

Bridge Constructor Portal faz-nos regressar à Aperture Science, o lugar onde a ciência não tem limite e esta é testada à custa de bravos voluntários, que é gerido por GLaDOS, a super-inteligência artificial com grande aptidão para o sarcasmo e ironia rivalizados apenas pelas suas intenções homicidas. Neste jogo tomamos o lugar de ‘candidato a construtor de pontes’ e a nossa performance para esse cargo será avaliada ao longo de 60 cenários cuja dificuldade vai aumentando.

Tal como acontece com outros jogos Bridge Constructor, neste teremos de construir pontes e outras estruturas para permitir que os veículos carregados de condutores possam chegar à saída. Para isso teremos acesso a vigas metálicas (para criar treliças e outras ligações), plataformas, e cabos de alta resistência, os quais pudemos ligar a pontos específicos do mapa e com eles criar estruturas capazes de resistir às cargas e movimentações dos veículos. O jogo recorre a um motor de física que avalia o peso da estrutura, dos veículos, o impacto destes e da sua movimentação e o esforço que isso causa nos vários elementos (quanto mais vermelho estiverem, mais sobrecarregados estão em termos de esforço). A grande diferença deste jogo para os outros Bridge Constructor está no resto do mapa, que está carregado de armadilhas mortíferas.

Bridge Constructor Portal

Como não seria de esperar, e por ser a saga Portal, em Bridge Constructor Portal encontramos os portais que deram nome à saga. Um portal permite um veículo ou objecto entrar nele e sair no outro da mesma cor, mantendo a mesma velocidade e direcção. Mas não são a única coisa e os fãs da saga Portal vão encontrar muitos elementos conhecidos: campos de emancipação que destroem coisas específicas (a maioria das vezes impedem os nossos elementos de construção de passarem por eles), ‘plataformas de salto’, ‘gel de propulsão’, ‘gel de repulsão’, botões gigantes, bolas de energia. E claro, as famosas torres de defesa falantes, Companion Cube e como não podia deixar de ser GLaDOS, que monitoriza o nosso progresso.

Bridge Constructor Portal

Bridge Constructor Portal é também um jogo relativamente curto, perto de 15 horas de jogo é suficiente para quem tenha olho ou perceba de engenharia. Mas não se preocupem, se engenharia e comportamento de estruturas é algo que desconhecem, existe uma biblioteca que dá as dicas necessárias para saberem quais as melhores estruturas.

Os primeiros cenários começam por servir de introdução, com a própria GLaDOS a dar indicações necessárias. Mas como qualquer problema de escola, são uma espécie de exercício de aula que apenas servirá para preparar para o exame, ou seja para os cenários verdadeiramente difíceis que começam por volta do cenário 40, onde teremos de nos preocupar com loops, portais, choque de veículos, etc, sem nunca deixar de ter em conta os perigos do cenário.

O resultado é um jogo bastante divertido e desafiante onde teremos de puxar pelo cérebro para descobrir as soluções. E muitas vezes encontramos soluções que resultam para um veículo a atravessar o cenário mas não para vários. São precisas várias tentativas e erros para encontrar a solução correcta. E embora o jogo não imponha limites ao que pudemos construir (o ideal, contudo, é gastar o mínimo possível em materiais), estruturas com muitos elementos nem sempre são as melhores por aplicarem muito mais peso na estrutura.

Aconselho vivamente este jogo a todos os que gostem de construir e resolver puzzles, a todos os fãs da saga Portal e acima de tudo a todos os engenheiros civis que tenham tempo para o experimentar.

Podem encontra-lo em Android aqui e no Steam aqui.

REVIEW GERAL
Avaliação Pessoal
7,5
Engenheiro de profissão e gamer por gosto, João Paulo adora boardgames, RPGs de mesa e computador, RTS e shooters e olha para jogos para uma excelente forma de arte, transmitir emoções e contar histórias fenomenais.

2 COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.