Neste divertido card-game de bluff e alguma estratégia cada jogador é nada que um feiticeiro a apostar numa arena entre combatentes para tentar obter o máximo de dinheiro possível. Mas claro, visto ser um feiticeiro, e um com pouca vontade de perder, fazer batota torna-se imperativo, daí o nome Cheaty Mages. Assim, cada jogador poderá influencia o resultado da arena ao usar feitiços contra ou a favor dos combatentes.

Um jogo inteiro de Cheaty Mages tem apenas 3 rondas. Em cada ronda são escolhidos 5 combatentes para a arena e um juiz de arena que pode impedir certos feitiços de serem feitos ou simplesmente anular todos ou alguns feitiços caso se ultrapasse um limite,indicado por cada juiz (na última ronda pode-se pagar e subornar o juiz para se puder utilizar feitiços proibidos). Uma vez escolhidos cada jogador terá de apostar em quem acha que vai ganhar a ronda na arena, olhando para a força de combate das criaturas e o dinheiro que apostas vencedoras nelas dá (quanto mais forte a criatura, menor o dinheiro atribuído). Cada jogador aposta secretamente e poderá apostar numa única criatura, em duas ou em 3. No primeiro caso, se a criatura apostada ganhar o prémio será duplicado. No segundo, se alguma das 2 ganhar o prémio será o normal. No terceiro caso se alguma das 3 o prémio será cortado para metade.

Após realizadas as apostas da primeira ronda, cada jogador recebe secretamente uma mão de cartas, feitiços, e à vez poderão jogar feitiços nas criaturas (um feitiço de cada vez, podendo jogar quantos feitiços quiser, e conseguir, em quantas criaturas quiser). A maioria dos feitiços afecta a força de combate da criatura, aumentando ou diminuindo-a, e alguns dos efeitos são directos e visíveis enquanto a maioria é jogado secretamente. Outros poucos feitiços podem fornecer habilidades especiais às criaturas ou até afectar o juiz. Quando um jogador decidir passar a sua vez sem jogar feitiços, não o poderá fazer mais nessa ronda que termina quando todos os jogadores passarem a vez. Cabe a cada jogador decidir como jogar, se a favorecer a criatura que quer que ganhe, se a prejudicar outras, tentando sempre perceber que criaturas os adversários querem beneficiar ou prejudicar.

Cheaty Mages a ser jogado

Quando a ronda terminar revelam-se os feitiços, verifica-se se o juiz intervém ou não, e atribui-se o prémio conforme as apostas realizadas e a força de combate final de cada criatura. Os feitiços que cada jogador guardou na sua mão mantêm-se para a ronda seguinte e cada jogador compra depois mais cartas para ganhar mais feitiços. Mas é aqui que grande parte da estratégia se prende, a compra de cartas no final de cada ronda é limitada a 4 (para 3 a 4 jogadores) ou a 3 cartas (para 5 ou 6 jogadores). Isto significa que quem gaste todos os seus feitiços numa ronda, terá poucos na ronda seguinte, tornando-se vital uma boa gestão das cartas de feitiços. Após a compra de cartas passa-se para a ronda seguinte e o processo repete-se.

No final da 3ª ronda determina-se quem ganhou mais dinheiro durante o jogo, sendo esse jogador o vencedor.

Cheaty Mages é um divertido jogo de bluff e com alguma estratégia, óptimo para dar a conhecer o mundo dos boardgames a novos jogadores, ou simplesmente para passar o tempo enquanto se espera por algo.

 

Número de jogadores: 3 a 6

Número ideal de jogadores: 4

Duração de uma partida: 30 minutos

Complexidade: Cheaty Mages é um jogo bastante simples, tanto em regras como em jogabilidade. A sua componente de bluff e de gestão de cartas de mão fazem dele um bom desafio e um jogo interessante. Óptimo como jogo de introdução para novos jogadores.

Replayability: Cheaty Mages pode ser jogado várias vezes, dificilmente os jogos são iguais. Ainda assim, é um jogo mais virado para ser jogador ocasionalmente ou quando se quer fazer tempo, pois por ser bastante simples poderá tornar-se cansativo ou secante se for jogado muitas vezes seguidas.

Avaliação pessoal: 7/10