Valve

A Valve Corporation está a ser investigada pela Comissão Europeia, assim como 5 companhias de jogos: Bandai Namco, Capcom, Focus Home, Koch Media e ZeniMax, relativamente a práticas discriminatórias na venda de jogos digitais através da plataforma Steam. A prática em questão refere-se ao uso de geo-blocking, um mecanismo que às companhias permite bloquear acesso aos seus jogos dependendo do país onde o comprador se encontra.

Como se sabe, é prática comum em jogos vendidos no Steam ter de inserir uma ‘chave de activação’ após a compra ou instalação do jogo. Este processo serve para garantir que o jogo é original e não pirateado. Contudo a Comissão tem dúvidas se este processo legal não está também a ser utilizado para geo-blocking, permitindo assim que certos jogos estejam disponíveis num dado país, estado membro da União Europeia, mas não noutros. A verificar-se, isso permitiria reduzir a competição do mercado entre países membros do Mercado Único Europeu e até mesmo impedir jogadores de adquirirem jogos que podem estar mais baratos num dado país membro da União Europeia só porque vivem noutro.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.