Mansions of Madness

Mansions of Madness é um jogo baseado em Cthulhu Mythos, do mesmo universo que Arkham Horror e Eldritch Horror. Enquanto o primeiro decorre na cidade de Arkham e o segundo no mundo inteiro, em Mansions of Madness o jogo decorre numa casa, bairro ou pequena floresta.

Neste jogo aos jogadores têm de investigar o local para onde vão e descobrir não só o que lá de estranho ocorre mas também como impedir isso ou simplesmente como fugirem vivos. Mas como não podia deixar de ser, a própria sanidade dos investigadores é posta à prova por cada vez que aparece um monstro. E a própria localização, já amaldiçoada, também reage contra nós. Usando um sistema de skills semelhante ao de Arkham Horror e Eldritch Horror, e personagens que embora apareçam nos outros jogos mas que aqui tenham habilidades diferentes, caberá a nós conseguir sobreviver e resolver os desafios que o cenário nos coloca. E caso um investigador fique insano, ele ganha nova condição de vitória que o pode levar a trair os restantes.

Em Mansions of Madness 1st Edition, o tabuleiro e a localização de monstros e objectos com que se pode interagir eram definidos por um Mestre de Jogo (MJ), que jogava contra os jogadores. Em Mansions of Madness 2nd Edition, esse MJ é substituído por uma App (também disponível no Steam). Esta mudança é simultâneamente o ponto mais forte e o ponto mais fraco do jogo. A utilização da App permite que o jogo seja 100% cooperativo, em vez de MJ vs Jogadores, permite que o jogo seja muito mais aleatório e também fornece banda sonora ambiente e narrador.

Componentes de Mansions of Madness 2nd Edition

Contudo a App tem o grande defeito de necessitar que alguém esteja sempre a interagir com ela. Se todos puderem olhar para ela, rapidamente deixam de olhar para o tabuleiro em si.

Mansions of Madness 2nd Edition é um bom e divertido jogo, principalmente quando se gosta de Cthulhu Mythos e de jogos co-op mas agressivos. Contudo, aconselha-se vivamente a que em grupo apenas um dos jogadores tenha acesso ao ecrã da App e que esse jogador crie o cenário no tabuleiro e descreva o que a App vai mostrando, garantindo assim que pelo menos os restantes estão verdadeiramente a jogar um jogo de tabuleiro. Caso contrário, ficam com a sensação que estão mais a jogar um jogo de computador.

1
2
REVIEW GERAL
Avaliação Pessoal
7
Avatar
Engenheiro de profissão e gamer por gosto, João Paulo adora boardgames, RPGs de mesa e computador, RTS e shooters e olha para jogos para uma excelente forma de arte, transmitir emoções e contar histórias fenomenais.

1 COMENTÁRIO

  1. […] Mansions of Madness 2nd Edition joga-se com recurso a uma App de telemóvel ou computador, sendo essa que determina o mapa e os eventos. Ao jogador cabe decidir as acções a tomar para resolver o cenário. Embora seja um jogo que se joga melhor em equipa, é bem possível jogar sozinho, com o jogador a controlar uma ou mais personagens. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.