Seasons After Fall

Seasons After Fall é um jogo de plataformas 2D do mesmo género que Ori and the Blind Forest. Mas ao contrário de Ori, que nos fornece um excelente e desafiante jogo, com uma história, artwork e banda sonora a complementa-lo de forma excelente, Seasons After Fall foca-se mais em fornecer uma experiência visual agradável com um jogo que deve ser visto não como um desafio mas sim como uma experiência suave e agradável, feito para passar o tempo a relaxar.

Neste jogo seguimos os passos de uma raposa-vermelha que serve de meio de transporte para um espírito da floresta. A missão: recuperar o poder das 4 estações do ano dos seus guardiões.  O porquê dessa missão nunca fica bem claro durante o jogo mas é com estes poderes que se poderá avançar pelo jogo fora. Com esses poderes, poderemos mudar o cenário para corresponder a uma estação à nossa escolha, alterando os objectos com os quais se podem interagir.

Mas como foi dito, o propósito deste jogo não é desafio e muito menos a história. O ponto forte é mesmo a arte que torna todos os momentos visualmente espectaculares e dignos de tirar um ‘screenshot’. Por cada vez que se muda as estações vemos uma nova arte, quase que um novo cenário, único e espectacular na sua essência, cheio de cor e artwork única que parece tirada de um quadro. Esta artwork não está feita para ser perfeita, em vez disso procura beleza na sua imperfeição e consegue atingi-la facilmente.

https://i2.wp.com/rubberchickengames.com/wp-content/uploads/2016/09/Screenshot-03-Seasons-after-Fall-Gamescom-2014.png?resize=696%2C392

Em termos de gameplay, este é um jogo de plataformas suave e calmo. Não há inimigos nem maneira de a raposa morrer. Os puzzles com que somos confrontados são relativamente fáceis e envolvem sempre alterar as estações para conseguir interagir com os vários elementos do cenário de várias e diferentes formas. Desde a usar a estação do outono para ter jactos de água e depois mudar para o inverno para os congelar e assim conseguir pilares para escalar e atingir zonas mais elevadas. E embora não sejam difíceis, os puzzles nem sempre são claros dando-nos algumas ocasiões onde nos deixam a pensar por um bocado.

No início do jogo este parecerá muito vazio, com mapas grandes e muita necessidade de repetir o caminho para voltar atrás. Mas à medida que avançamos, os vários poderes das estações dão-nos acesso a pontos de teleporte, para viajar rapidamente entre mapas, bem como acesso a áreas escondidas e cinemáticas que, se forem todas encontradas, permitem-nos obter o verdadeiro final do jogo. Infelizmente o jogo peca por ter ‘loadings’ entre os mapas, em vez de fornecer um só grande e completo. Isto é um ponto negativo quando o jogo só tem pouco mais de 5 horas, mas também é compreensível dada a arte usada.

 

Para quem procura sempre desafios em todos os jogos, Seasons After Fall não é algo que valha a pena jogar. Mas se procuram um jogo que seja suave e relaxante e que forneça uma arte espectacular, então este jogo vale a pena o tempo e dinheiro, sendo facilmente um sólido 8/10

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.