Top 10 Board Games para 1 jogador single player solo

O mundo de board games é vasto e ao contrário do que acontece com jogos de computador e/ou consola, muitos deles não ‘perdem a validade’ e deixam de ser jogados, nem são substituídos por novas edições ou novas iterações do mesmo jogo. É um mundo que tem crescido de ano para ano mas que para muitos tem o defeito de requerer jogar com mais pessoas. De facto, nem todos temos a possibilidade de nos juntarmos com outros para estar algumas horas a jogar um ou mais board games (trabalho, família e outros deveres, principalmente quando já somos adultos, são dos maiores motivos que nos impede de estar com amigos quanto mais jogar board games).

Contudo, muitos não sabem que há board games que podem ser jogados sozinhos seja porque são feitos para esse propósito ou porque têm uma variante de jogo solitário. Aqui apresentamos aqueles que são tidos como os melhores para jogar em modo solitário.

 

Este Top 10 é puramente opinião pessoal baseada nos vários Tower Defense jogados desde os tempos gloriosos de Warcraft 3. A maioria deles são grátis e podem ser jogados em vários sites.

10. Mansions of Madness 2nd edition

Mansions of Madness 2nd Edition

Baseado em Cthulhu Mythos, este jogo leva-nos a investigar uma casa/bairro/floresta onde eventos estranhos e rituais estão a decorrer, geralmente relacionados com ‘deuses antigos’ que procuram destruir ou dominar o planeta.

Mansions of Madness 2nd Edition joga-se com recurso a uma App de telemóvel ou computador, sendo essa que determina o mapa e os eventos. Ao jogador cabe decidir as acções a tomar para resolver o cenário. Embora seja um jogo que se joga melhor em equipa, é bem possível jogar sozinho, com o jogador a controlar uma ou mais personagens.

9. Agricola

Agricola

Um clássico dos board games, Agricola é um jogo competitivo onde cada jogador toma controlo de uma família dedicada à agricultura. Dispondo de várias acções, jogadores competem para construírem a melhor linha de produção seja de produtos agrícolas, seja de gado, seja de outros recursos como madeira, e com isso expandirem a família, casas, currais, etc. É um board game de colocação e gestão de trabalhadores bastante complexo mas que muitos adoram devido a essa mesma complexidade e competição entre jogadores.

A versão de jogo solitário tem duas variantes: a básica, onde jogamos para adquirir o maior número de pontos de vitória possível; e uma campanha onde jogamos vários cenários em sucessão, ganhando benefícios dos jogos anteriores.

8. Flash Point

Flash Point

Um jogo que se destacou e chegou no mundo dos board games e ganhou vários prémios, nele controlamos uma equipa de bombeiros que combate um fogo dentro de uma casa, tentando impedi-lo de se alastrar muito ao mesmo tempo que temos de procurar e resgatar sobreviventes. Tal como acontece com muitos jogos cooperativos, o modo solitário de Flash Point consiste em dar controlo de várias personagens a um só jogador.

7. Race for the Galaxy

Race for the Galaxy

Complexo e carregado de icons que à primeira vista não nos dizem grande coisa até já percebermos como se joga, Race for the Galaxy é um excelente jogo que vale a pena o tempo necessário para aprender a jogar. Nele competimos com outros jogadores para ver quem consegue criar o melhor império galáctico recorrendo a diferentes acções possíveis, colonização de mundos, construção de infraestruturas e/ou criando uma estrutura de produção e venda de bens.

No modo solitário joga-se contra um tabuleiro específico cujas acções são obtidas aleatoriamente.

6. Eldritch Horror

Eldritch Horror

Um jogo baseado nos contos de H.P. Lovecraft, Eldritch Horror é um excelente jogo cooperativo onde cada jogador toma controlo de um investigador que tenta impedir que um Elder God acorde e chegue ao mundo. Mas a demanda não é fácil, pois em cada turno o tabuleiro responde de forma muito agressiva. Com regras fáceis de compreender, e cartas que explicam rapidamente o que está a acontecer ou é para fazer, a sua versão solitária consiste em nada mais do que um jogador controlar 2 ou mais investigadores.

5. Scythe

Scythe

Scythe é um jogo complexo de controlo de território, gestão de recursos e guerra. Quando saiu saltou logo para o topo dos melhores jogos. Baseado num estilo steampunk adaptado para uma Europa do final do século XIX, onde agricultores e cavaleiros andam lado a lado com gigantescos robôs metálicos, este jogo tem mecânicas sólidas na sua versão competitiva. A sua versão de jogo solitário, Automata, deixa-nos competir contra um jogador controlado pelas regras do jogo cujo o único propósito é expandir e conquistar, e que dispõe de uma capacidade de combate geralmente superior à nossa.

Com vários modos de dificuldade, que podem chegar ao ‘impossível’, a versão Automata de Scythe é sem dúvida um excelente desafio.

4. Viticulture

Viticulture

 Um board game de ‘gestão e colocação de trabalhadores’ sobre a produção de vinho, em Viticulture temos de gerir a nossa própria vinha para produzir vinho e usar recursos e trabalhadores para a expandir, tendo em conta estações, cartas de acção, visitantes, etc. Viticulture é um jogo com alguma complexidade e bastante desafiante na sua versão de jogo solitário.

3. Robinson Crusoe

Robinson Crusoe

Extremamente desafiante e difícil, Robison Crusoe é um excelente jogo de sobrevivência numa ilha deserta. Dependendo do cenário em si o objectivo pode mudar mas o que é essencial para a nossa sobrevivência não muda: teremos de ter comida, de evitar dormir ao relento, de ter equipamento e objectos que nos ajudem e acima de tudo explorar a ilha. Isto, claro, tendo em conta um número muito limitado de acções. O modo solitário é tão difícil quanto o modo cooperativo. Neste modo solo controla-se uma só personagem mas temos a ajuda do Sexta-Feira e também se pode optar por ter um cão).

Se queres testar a tua habilidade para sobreviveres numa ilha abandonada e amaldiçoada, sem teres receio de ‘sofrer’ quando jogo reage às tuas acções, então este é sem dúvida dos melhores jogos para ti.

2. Terraforming Mars

Terraforming Mars

Terraforming Mars é um jogo onde tomamos controlo de uma corporação que tem de trabalhar e investir no planeta vermelho com um único propósito: tornar Marte num planeta capaz de suportar vida humana e animal. Com mecânicas muito simples mas extremamente estratégico, este jogo chegou rapidamente ao top de melhores board games pouco tempo depois de ser lançado.

Um excelente jogo cujo modo solitário consiste em termos menos recursos ao inicio e termos apenas 14 rondas para conseguir responder a todas as condições de vitória.

1. Mage Knight

Mage Knight

No topo da lista dos preferidos já por vários anos seguidos, está Mage Knight, um board game que para muitos até se joga melhor a versão jogo solitário do que com outras pessoas. Neste jogo tomamos controlo de uma de 4 poderosas personagens que embarcam numa demanda para controlar o continente, construindo exércitos, explorando as terras, obtendo poderosas habilidades e feitiços, e até mesmo conquistando cidades. Este jogo combina imensos elementos de RPGs, deckbuilding e outras mecânicas de board games e embora requeira algum tempo de jogo é sem dúvida uma excelente experiência.

Outros

Existem muitos outros jogos que também têm um bom modo solo e que fosse este um Top 20 certamente entrariam. Aqui ficam alguns: Tiny Epic Galaxies, Imperial Settlers, A Feast for Odin, Lewis & Clark, Sherlock Holmes Consulting Detective, Merchants & Marauders, Burgle Bros, Firefly: The Board Game, Orléans, Suburbia

1 COMENTÁRIO

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.